Sábado, 28 de Maio de 2022
17°

Poucas nuvens

Iúna - ES

Geral Espírito Santo

Projeto de remição pela leitura envolve 50 internos de Penitenciária de Vila Velha

O objetivo principal da iniciativa é complementar as ações desenvolvidas pelo Estado.

12/05/2022 às 15h10
Por: Redação Fonte: Secom Espírito Santo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo

Uma parceria entre a Secretaria da Justiça (Sejus), a Vara de Execuções Penais de Vila Velha e a Universidade de Vila Velha (UVV) promove a cultura, por meio da literatura, e contribui com a ressocialização dos apenados.

É o projeto Remição pela Leitura que, desde março, atende 50 internos da Penitenciária Estadual de Vila Velha 1 (PEVV 1). Para o diretor da PEVV 1, Carlos Ely, a experiência tem sido muito positiva, com a adesão e boa receptividade dos internos, o que incentiva sua continuidade.

“O projeto proporciona uma integração entre Poder Judiciário, ambiente universitário e Secretaria da Justiça, viabilizando à pessoa privada de liberdade condições efetivas de reintegração social, por meio da leitura. Os benefícios vão além da remição da pena e já estamos trabalhando em novas turmas, contemplando outros internos” destacou.

A juíza da Vara de Execuções Penais de Vila Velha, Patrícia Faroni, conta que o objetivo principal da iniciativa é complementar as ações desenvolvidas pelo Estado, proporcionando ao interno um ambiente adequado para discussão dos temas lidos e de recordação dos mesmos a partir de novos paradigmas e orientações recebidas no decorrer do desenvolvimento do projeto.

“A pessoa que participa do projeto é inserida em atividades de leitura, de redação de estudo de textos ou artigos com conteúdo programático definido. Após a leitura das obras, os reeducandos apresentam um Relatório de Leitura que é remetido à Vara de Execuções Penais (VEP) e dessa forma, poderão ter a pena remida em virtude das atividades desenvolvidas, seguido a Resolução nº 391/21 do CNJ” explica a juíza.

O grupo contou com o acompanhamento mensal de alunos dos cursos de Psicologia, Direito e Pedagogia da UVV; e ainda de voluntários do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), que participam do Projeto de Iniciação Científica “Educação nas Prisões”. 

Jaqueline Bagalho, do projeto “Educação nas Prisões” da UVV, ressalta que o projeto merece valorização por sua contribuição ao direito da pessoa presa à educação, cultura e acesso aos livros.

“Além disso, sabemos do enorme potencial da leitura para a vida humana, para seu desenvolvimento e bem-estar, pela aposta na educação e na literatura como caminho para reflexão, transformação de si e do mundo. Certamente, em algum momento, é bem possível que a leitura de um livro tenha feito alguma diferença substancial na vida de todos nós. E se não, por quê? Será que por falta de acesso, de formação de gosto pela leitura? Por meio destas perguntas e da busca por respostas nos unimos em parceria com a VEP de Vila Velha e com a Sejus, oferecendo a nossa contribuição para o processo de reintegração social”, pontuou Jaqueline Bagalho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Iúna - ES Atualizado às 01h53 - Fonte: ClimaTempo
17°
Poucas nuvens

Mín. 15° Máx. 26°

Dom 27°C 14°C
Seg 29°C 14°C
Ter 30°C 15°C
Qua 29°C 15°C
Qui 25°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes